dreamfilm

 

Operação Carnaval 2018 da Arcon-PA é iniciada com fiscalizações intensificadas em todo o Estado

Para garantir a segurança do folião nas viagens intermunicipais no período carnavalesco, Agência de Regulação e Controle de Serviços Públicos do Estado do Pará (Arcon-PA) dá início à Operação Carnaval 2018. Entre esta sexta-feira (9) e o dia 14, mais de 70 agentes, divididos em 22 equipes, vão trabalhar nas áreas de maior movimento de passageiros no Estado.

Os modais hidroviário e rodoviário terão fiscalização reforçada para coibir o transporte irregular e assegurar a boa prestação dos serviços de transporte. A recomendação ao usuário é que embarque apenas em embarcações e veículos regularizados e evite o transporte clandestino.

As equipes de fiscalização hidroviária vão operar em mais de 15 portos e travessias, além do Terminal Hidroviário de Belém. Cumprimento de horário e respeito à lotação das embarcações são os principais pontos de atenção dos fiscais. Foram autorizadas mais de 20 viagens extras para a região do Marajó, caso haja necessidade, para que o aumento no número de passageiros seja atendido.

No modal, a operação tem o apoio da Companhia de Portos e Hidrovias (CPH) e da Capitania dos Portos da Amazônia Oriental (CPAOR).

Rodoviário - Nas estradas, os 50 agentes destacados vão atuar com 15 viaturas nas fiscalizações volantes, uma equipe de plantão no Terminal Rodoviário de Belém e fiscais em nove localidades nas demais regiões do Estado. Em Belém, o fluxo de passageiros chega a triplicar durante o período.

As equipes estarão atentas aos itens de segurança e lotação dos veículos e ao horário de partida das viagens, evitando atrasos, nas linhas regularizadas, e às rotas dos veículos clandestinos para coibir esse tipo de transporte.

Visando atender a alta demanda, a Arcon-PA autorizou viagens extras para os principais balneários, como Bragança, Cametá, Curuçá, Marudá, Mosqueiro, Salinas e Vigia, se necessário.

A Agência tem o apoio operacional das polícias rodoviárias Federal e Estadual e Polícia Militar.

“A operação carnaval foi pensada e planejada de modo a integrar com órgãos de segurança nas estradas e rios com objetivo de garantir que o ir e vir das pessoas ocorra de maneira segura e com qualidade no transporte rodoviário e hidroviário”, afirma o diretor geral em exercício da Agência, Karim Zaidan.

Planejamento - Na última quinta-feira (8) o diretor geral em exercício participou, junto com representantes de órgãos de segurança pública, de reunião para alinhar as diretrizes de gestão operacional durante o período da Operação Carnaval 2018. Na ocasião, foi apresentado um relatório inicial com os nomes e as responsabilidades de cada órgão participante da operação.

Estiveram presentes no encontro membros da Policia Rodoviária Federal, Secretaria de Segurança Pública do Estado (Segup), Policia Rodoviária Estadual, Corpo de Bombeiros Militar do Estado, Detran-PA e Secretaria Municipal de Transportes e Trânsito de Ananindeua (Semutran).

“O apoio da Polícia Rodoviária Federal, Polícia Militar, Capitania dos Portos, Grupamento Fluvial da Polícia Militar e Detran será fundamental na fiscalização das empresas que prestam serviço no transporte de passageiros e no combate ao transporte clandestino”, completa Zaidan.

Serviço: Denúncias e pedidos de informação podem ser feitos pelo telefone 0800 091 1717, pelo e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. ou diretamente no plantão dos pontos de atendimento da Arcon-PA nos terminais rodoviário e hidroviário, que funcionam de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h.

Texto: Vanessa Pinheiro - Ascom/Arcon
Fotos: Arquivo Ascom/Arcon