dreamfilm

 

Arcon-Pa e DMTU realizam a primeira operação integrada em Marabá

Após a habilitação dos novos agentes de trânsito de Marabá, formados na primeira turma do curso de capacitação, essa foi a primeira operação realizada de forma integrada, entre a Agência de Regulação e Controle de Serviços Públicos (Arcon-PA) e o Departamento Municipal de Trânsito (DMTU), com o apoio da Polícia Militar do Estado.

O trabalho faz parte de um convênio firmado entre Arcon-PA e Prefeitura de Marabá, em 31 de agosto deste ano, que dá autonomia para os agentes fiscalizarem os transportes intermunicipais.

As fiscalizações iniciaram no trevo entre as rodovias BR 222 e BR 155, no bairro de Morada Nova, duas empresas foram multadas e outras duas foram notificadas. Depois os agentes seguiram para o terminal rodoviário do km 06, onde mais de 60 abordagens foram realizadas.

Ao final da operação, o diretor de Normatização e Fiscalização da Arcon-PA, Karim Zaidan, que coordenou todo o trabalho de fiscalização realizado em Marabá, esteve reunido com os representantes do DMTU, Jocenilson Silva Souza e o Secretário de Segurança Institucional de Marabá, Jair Barata Guimarães, para avaliar a primeira ação integrada entre os dois órgãos. Segundo Zaidan, a reunião foi para esclarecer as dúvidas dos agentes do DMTU sobre os procedimentos de fiscalização, fluxo de documentos entre os dois órgãos em relação à fiscalização e relatórios.O diretor da Arcon-PA,disse  ainda que  o encontro serviu ainda para ajustar novas ações integradas que serão realizadas pelo departamento municipal de trânsito e Agência. “Aproveitamos o momento para traçar novas operações integradas especiais, que visa combater, na maioria das vezes o transporte irregular de passageiros, e situações que vão exigir um pouco mais de cuidados por parte dos agentes”, ressaltou Karim Zaidan.

Fiscalização da Arcon-Pa também foi realizada em outros municípios da Região de Carajás

Além de Marabá, os agentes da Arcon-PA também realizaram fiscalizações no município de Parauapebas, onde foram contabilizadas 72 abordagens a veículos que atuam no transporte intermunicipal de passageiros em regime de afretamento e três veículos foram apreendidos por não estarem portando a documentação necessária para realizar os serviços. Os agentes também aplicaram autos de infração em outros veículos que estavam realizando o serviço convencional e complementar sem a devida regularização pela Arcon.

A operação da Agência de Regulação e Controle de Serviços Públicos do Pará, também foi realizada na rodovia Transamazônica entre os municípios de Novo Repartimento e Tucuruí, no sudoeste do estado. A ação foi encerrada com 70 abordagens, 10 autos de infração e 18 advertências aplicadas, coroando com êxito total a operação no sudoeste, deixando a certeza de que a Arcon-PA nunca esteve tão presente e ativa na região.

Na avaliação do diretor Normatização e Fiscalização, Karim Zaidan, o resultado da operação de fiscalização na região sudoeste foi muito positivo, porque nas abordagens, em Marabá e Parauapebas, os agentes já sentiram que os operadores estão mais cuidadosos, e o resultado disso foi um número menor de ocorrências registradas em relação às fiscalizações realizadas anteriormente. “Eu acho que agora é avançar ainda mais no sentido de tentar diminuir as ocorrências e irregularidades, principalmente no quesito segurança, que é o mais importante. Com relação à operação realizada em Novo Repartimento e Tucuruí, foram encontradas várias irregularidades. Por conta disso vamos reforçar e intensificar cada vez mais as fiscalizações nesses municípios, inclusive deslocando equipes de Belém e Marabá, se necessário, para realizarem as operações de maneira conjunta. A região requer um cuidado especial e vamos estar atentos no sentido de garantir a segurança dos passageiros”, finalizou Zaidan.

Texo : Lourdes Cezar – Ascom/Arcon
Fotos: Ascom/Arcon