Linha de lancha expressa entre Belém, Soure e Salvaterra é retomada

Uma das linhas de transporte hidroviário de passageiros entre Belém e o arquipélago do Marajó retoma as suas atividades de trabalho. Na manhã desta quarta-feira, 31, a Agência de Regulação e Controle dos Serviços Públicos do Estado do Pará (Arcon-PA) entregou à empresa Masters Motors Locação de Barcos e Lanchas Ltda-ME a autorização para operar nesse trecho de viagem.

A empresa vai operar com a lancha expressa Campeão V, que passa a fazer as atividades que antes eram desenvolvidas pela empresa Tapajós. A embarcação tem capacidade para 90 passageiros, com poltronas marcadas, ar condicionado, e faz o trajeto entre Belém e o Marajó em apenas duas horas. A velocidade e segurança são características das lanchas expressas, como é o caso da Campeão V. A passagem custa R$ 48,00.

Horários - A viagem da lancha começa às 6h, com saída de Salvaterra, escala em Soure, e chegada na capital paraense às 8h, no Terminal Hidroviário de Belém. Deste porto, a lancha retorna ao local de partida às 9h, sempre de segunda-feira a domingo, e chega ao destino final, no Marajó, por volta das 11h.  

A ordem de serviço tem o número 019/2017 e foi entregue ao proprietário da empresa, Antônio Luiz Lopes Pereira, pelo diretor geral da Arcon, Bruno Guedes (foto acima).

Essa linha de transporte intermunicipal, direta, segura e rápida, é uma das mais utilizadas por moradores da ilha do Marajó, assim como por turistas que desejam conhecer esse local. 

 

Texto e fotos: Dedé Mesquita - Ascom/ Arcon